(Clique para visualizar a imagem)

Estação ferroviária Patriarca, desativada desde a implantação do Expresso Leste. A promessa de revitalização do prédio ficou apenas nisso e numa placa na fachada. As pessoas que circulam na área parecem ignorar completamente a construção, seguindo o exemplo do poder público. A estação está em bom estado de conservação e parece servir de moradia ou base para os trabalhadores da via. Mais uma demonstração de má administração do dinheiro público.

Este prédio está na Av. São Miguel, próximo ao Hipermercado Extra Penha. Foi abandonado ainda inacabado há quase 10 anos, aparentemente porque fica próximo demais as linhas de alta tensão que passam ao seu lado. Mais um monumento ao desperdício e a vontade de burlar as leis, já que a obra foi iniciada mesmo com o risco de paralisação e de acidentes.

(Clique para ampliar a imagem)

Esta antiga casa fica próxima ao acesso Norte da estação Guilhermina-Esperança do metrô. Chama a atenção seu estado deplorável de conservação, sem portas ou janelas e parte do telhado já desabou. Mais estranho ainda é que se esta casa está num local muito valorizado devido à proximidade com a estação e com a Radial Leste. Na entrada há uma placa onde se lê: não entre-propriedade particular.

Mais um prédio abandonado nesta região. Ironicamente, tirei esta foto de dentro do preservado trem a vapor do Memorial do Imigrante. A porta na parede com aquela escadinha é de dar medo.

Uma das estações desativadas pela reformulação da linha Brás-Estudantes. Como outras, ficou abandonada ao tempo numa linha onde só há 3 estações para embarque e desembarque em todo trecho até Itaquera.

Parte da estação anexa ao viaduto

Parte da estação anexa ao viaduto

Esta casa provavelmente é remanescente das décadas de 50 ou 60 e fica na região do Jd. Popular, Ermelino Matarazzo, zona leste. Resistiu à especulação imobiliária até agora.

Casa antiga

Casa antiga

Acho que essas estações, que ainda são utilizadas diariamente, fazem parte de um esquecimento virtual assim como o céu noturno que por mais estrelado que seja e admirável apenas por sua mera existência, passa despercebido pela maioria das pessoas que as veem mas não olham. Esta estação foi uma das poucas em que desci do trem, dei uma volta no bairro que lembra um vilarejo e depois voltei e sentei num dos bancos na plataforma apenas observando a passagem dos trens numa tarde especialmente tranquila. Vai ver sou meio doido mesmo…

Esta estação fica em Suzano

Esta estação fica em Suzano

TUE

TUE